segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Admiração e Amizade são pré requisitos fundamentais para uma boa relação Amorosa.





domingo, 26 de fevereiro de 2012

Desapego...

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. (autor desconhecido)



‎"É exatamente disso que a vida é feita, de MOMENTOS. Momentos que temos que passar, sendo bons ou ruins, para o nosso próprio aprendizado. Nunca esquecendo do mais importante: Nada nessa vida é por acaso. Absolutamente nada. Por isso, temos que nos preocupar em fazer a nossa parte, da melhor forma possível. A vida nem sempre segue a nossa vontade, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser."

(Autor desconhecido - extraído do Gossip Face, curta essa página)






quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

TESE

Muitos heterossexuais convivem com gays por não haver outra alternativa, na minha opinião esta é uma homofobia camuflada no respeito, trata-se bem por educação, princípios, aparência talvez. Para quem está do outro lado sabe bem que no fundo há uma rejeição, aversão, estranhamento neste convívio digamos amigável. Fica evidente as diversas formas de tratamento na relação hétero/gay que na minha opinião "homossexualista" agrega inúmeros fatores externos, a começar pela classe social no qual o gay está inserido, raça, religião e por aí vai uma infinita lista de agravantes. Questões como estas deveriam ser trabalhadas com mais frequências nas escolas, nas ONG's, nas universidades, no trabalho e até mesmo dentro de casa. Pintosas, Discretas, Drags, CrossDressers, Barbies, Ursos, Travestis, Lésbicas, Bissexuais ... Vamos colocar o ser humano em pauta, isso na minha opinião é mais importante que aprovação de leis de criminalização da homofobia. Toda vitória é valida, com certeza, mas será que é só isso que esperamos das pessoas?? RESPEITO ??


Minha Alma - O Rappa

A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:

"Qual a paz que eu não quero conservar,
Prá tentar ser feliz?"

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo!
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo, domingo!

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido...
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitindo


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Isso não é um Adeus

"Se por um instante Deus esquecesse de que somos uma marionete de pano e nos presenteasse com mais um pouco de vida ao lado de vocês, possivelmente não diríamos tudo o que pensamos, mas definitivamente pensaríamos em tudo o que dissemos.

Por tanto, pensando no que dissemos, fizemos e sentimos, percebemos que os momentos de história que realizamos juntos foram mais grandiosos do que pequenos.

Trabalhamos, mas também rimos muito, e podemos dizer que se Deus nos concedesse mais um pouco de vida juntos, morreríamos de tanto rir.

Neste momento palavras perdem o sentido diante das lágrimas contidas na saudades que iremos sentir, mas sorriso é o que te demonstraremos neste instante por ser o motivo deste até logo, a realização de mais uma vitória em nossas vidas.

Que eu faça mais histórias maravilhosas e intensas como foi a nossa.
Hoje é apenas a última vez que verei as pessoas que convivi no trabalho, mas o início de uma vida de convivência de amigos eternos"

(autor desconhecido)



sábado, 11 de fevereiro de 2012

Do Baú II

O maior tesouro que temos guardados! O meu tesouro particular! O beijo do meu amor, o carinho da minha amada, a conquista de meus objetivos, minhas amizades, minha nova família, as canções que tocam meu coração. Saudade, Lembranças, Felicidade.


(texto escrito em 25 de março de 2008)


Faço valer a pena sempre!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Do Baú I

De que vale viver sem amor?
Amar é uma dádiva divina e ser amado um presente dos céus...
No fim é tudo que fica e as coisas banais já não fazem mais sentido.


Preservar os bons sentimentos vai ser meu manual de sobrevivência,quando tudo virar escuridão em minha vida.






(texto escrito em 18 de Abril de 2009)

Reticências

Ás vezes me perco em meus pensamentos, é incrível. Quando penso que me encontrei, me sinto vagando feito um louco neste mundo de incertezas. Vivemos em um misto de Paixões e Desilusões, todas bem amarradas em nosso cotidiano corriqueiro e imprevisível...Notícias de mortes contrastam com notícias de nascimentos, casamentos, formaturas. Vida louca vida, vida breve! Já dizia o poeta Cazuza que eternizou toda sua vida em belas canções. Fazer o bem sem olhar a quem é o clichê mais adequado nessa loucura chamada de mundo, precisamos disso para nos sentirmos mais humanos, claro que isso nos demanda uma enorme cautela. Dentre todas experiências de vida eu escolho a morte para representar a essência da compaixão, da dor e da alma.


 “Saudade eu tenho do que não nos coube. Lamento apenas o desconhecimento daquilo que não deu tempo de repartir, você não saboreou meu suor, eu não lhe provei as lágrimas. É no líquido que somos desvendados. No gosto das coisas o amor se reconhece. O meu pior e o seu melhor, ficaram sem ser apresentados.”

(Martha Medeiros)